Região de Campinas é reclassificada e volta para a fase laranja

23 jan 2021Auxílio Emergencial, Coronavírus, MEI

RV CONSULTORIA, com mais de 10 (dez) anos de experiência no mercado, trabalha no propósito de assessorar seu negócio muito além dos serviços contábeis tradicionais; contando com profissionais comprometidos com o sucesso de sua empresa, e capazes de auxiliar na tomada de decisões seguras, eficientes e lucrativas.

O governo do Estado reclassificou a região de Campinas no Plano São Paulo. A partir da próxima segunda-feira, 25 de janeiro, a cidade volta para a Fase Laranja. Aos sábados e domingos e nos dias úteis após as 20h, os municípios entrarão na Fase Vermelha.


A Fase Laranja é mais restritiva que a Amarela, classificação atual da cidade. Os shoppings, galerias e comércio e serviços, por exemplo, podem funcionar 8 horas por dia, entre 6h e 20h, com capacidade de 40%.


Os restaurantes e similares poderão, na Fase Laranja, funcionar das 6h às 20h, com 40 % de ocupação. Já os bares não poderão funcionar nesta fase, assim como qualquer atividade que gere aglomeração.
 

O prefeito Dário Saadi explicou que a Administração Municipal vai aguardar a publicação do decreto estadual, que dará maior clareza sobre as medidas anunciadas pelo governo do Estado. “O decreto estadual deve ser publicado amanhã. Nós vamos analisar o texto e verificar se há margem para interpretação e negociação com o Estado”, disse.
 

Segundo o secretário de Justiça, Peter Panutto, o decreto municipal 20.901 atualmente contempla a Fase Amarela e será adequado à Fase Laranja. “Nós vamos analisar o conteúdo do decreto estadual e verificar o que precisa ser ajustado em nosso decreto municipal. As alterações serão publicadas na próxima terça-feira”, explicou.


Fase vermelha

 A Fase Vermelha acontecerá concomitantemente com a laranja. De segunda a sexta-feira, de 25 de janeiro a 7 de fevereiro, os municípios estarão na fase laranja das 6h às 20h e, a partir desse horário, entrarão na fase vermelha.
 

Nos fins de semana (sexta-feira a partir das 20h, sábados e domingos) as cidades permanecerão na fase vermelha durante todo o dia. A medida valerá para dois fins de semana: 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro.

Na Fase Vermelha, apenas serviços essenciais podem funcionar: farmácias; mercados; padarias; açougues; postos de combustíveis; lavanderias; meios de transporte coletivo (ônibus, trens e metrô); transportadoras; oficinas de veículos; atividades religiosas; hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria; bancos e pet shops.

Os bares e restaurantes não poderão receber clientes durante o período em que perdurar a Fase Vermelha. Os estabelecimentos poderão trabalhar apenas no sistema delivery e retirada, sem consumo no local. Empresas e escritórios podem manter as atividades internas. Só não é permitido atendimento ao público.

Shoppings só poderão funcionar até as 20h em dias úteis e terão que permanecer fechados no fim de semana. O mesmo vale para os salões de beleza e barbearias.

Confira como ficam os serviços na Fase Laranja do Plano São Paulo (exceto para fins de semana e dias úteis após as 20 horas):

Fonte: Prefeitura Municipal de Campinas
22/01/2021 – 16:25

Você Também Pode Gostar…

Termina esse mês o prazo para adesão ao Refis da Prefeitura de Hortolândia.

Termina esse mês o prazo para adesão ao Refis da Prefeitura de Hortolândia.

A Prefeitura Municipal de Hortolândia disponibiliza até 30 de setembro acesso ao Programa Municipal Emergencial de Retomada Econômica e Refinanciamento de Dívida Ativa – Horto Refis COVID-19.
O programa possibilita a regularização de débitos fiscais referentes a 2020 de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ISS (Imposto Sobre Serviços), licença de funcionamento, entre outros tributos, com desconto de até 100% em juros e multas. A prefeitura permite aos contribuintes, por meio desse programa, o pagamento com cartão de crédito.

Assessoria Fiscal, Contábil e Trabalhista

A RV Consultoria disponibiliza um pacote integrado para sua empresa.

Open chat